Carta Para Aquela Pessoa Especial

Oi!

Como estão as coisas por aí? Espero que esteja tudo bem. Para dizer a verdade, sei que está tudo bem, porque perto de você as coisas sempre ficam melhores e mais bonitas.

Sabe, a vontade que eu tenho é escrever uma carta por dia, para diminuir a saudade, para tentar fazer com que você fique mais perto. Para não esquecer de você tão cedo. Mas tem sempre tanta coisa para fazer, tanta coisa preocupando a gente que falta pique para escrever quando sobra um tempinho. Não é falta de vontade... Talvez seja sim, mas mesmo se faltar a vontade eu escrevo. Não todo dia, mas de vez em quando.

Aqui a vida continua aquela mesma, com aqueles mesmos problemas e aquelas mesmas pessoas. Mas está tudo bem. Como sempre, não tem nada de interessante para contar. Queria ter alguma novidade nova, alguma notícia importante. Não tem. Queria encher mais umas 100 páginas para caber toda a saudade, mas falta assunto. Será que falta vontade porque falta assunto? Esta carta é a carta da falta.

O importante dessa carta é agradecer por você ser tão amigo e gostar tanto de mim. Não mereço tudo isso. Queria só poder fazer você se sentir tão bem quando você pensa em mim quanto eu me sinto quando penso em você. Prometo que vou tentar retribuir na mesma intensidade, ou pelo menos com toda a intensidade que eu conseguir, o que é mais provável.

Não se sinta sozinho. Ainda estou aqui. Tudo bem que isso não serve, mas é um jeitinho provisório.

Cuide-se bem e lembre de mim.

Tiago Chiavegatti