Cruz e Sousa, mestre do simbolismo

Introdução a Cruz e Sousa

Aspectos da vida do poeta
O Cruz e Sousa Catarinense
As origens negras
A educação do menino
O tempo cultural do jovem
O retrato físico e social
Boemia e primeiros ensaios na imprensa
Primeiros ensaios poéticos

O Cruz e Sousa das indas e vindas pelo país
Palco e poesia do Rio Grande ao Amazonas
O projeto "Cambiantes"
Pequena estada no Rio de Janeiro (1885)
Cruz e Sousa no espaço liberal
Redator de "O Moleque"
Tropos e Fantasias (1885)
O abolicionismo e Cruz e Sousa
A terceira viagem ao Rio Grande do Sul (1886)
Ano de Revisão (1887-1888)
Meio ano no Rio de Janeiro (junho 1888 - inícios 1889)
Último ano e meio em S. C. (1889-1890, dezembro)

O Cruz e Sousa do Rio de Janeiro
O duro dia a dia da Imprensa do Rio de Janeiro
O novo círculo intelectual
Casa-se (1893)
A suprema desgraça
Edições da obra de Cruz e Sousa
A glória póstuma de Cruz e Sousa

Poesia e pensamento
A arte de Cruz e Sousa
O trânsito por várias escolas literárias
O romântico (1880-1883)
O parnasiano (fase "Idéia nova")
O simbolista
Os processos cruzeanos de evocação poética
Cor, som, perfume na evocação cruzeana
As sublimações
Os atavismos
Grandeza poética
A prosa

O pensamento de Cruz e Sousa
Origem genética da ideologia
Ideologia geral ou metafísica
Conceitos de filosofia da arte, estética e poesia
Meditação sobre si mesmo
Nível temático
Conclusão

Poesias de Cruz e Sousa

Textos de autoria do Professor Evaldo Pauli
Professor da Academia Internacional das Ciências San Marino.
Professor da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.
Membro da Academia Brasileira de Filosofia, RJ.
da Academia Catarinense de Letras, SC.
do Instituto Histórico e Geográfico de SC.